Jurisdicionada à Sereníssima Grande Loja do Estado de São Paulo

biblioteca - artigos e trabalhos


Proclamação ao Povo Brasileiro - CMSB 2008

CMSB 2008
A.'.R.'.L.'.S.'. 31 de Março Nº 152


À G.'.D.'.G.'.A.'.D.'.U.'.

A CONFEDERAÇÃO DA MAÇONARIA SIMBÓLICA DO BRASIL - C.M.S.B, constituída das 27 Grandes Lojas Maçônicas do Brasil, que congregam 2.557 Lojas Maçônicas situadas por todos os rincões do País e mais de 100 mil Maçons, reunida em sua XXXVII Assembleia Geral, em Salvador - Bahia: torna público seu incondicional apoio ao movimento moralizador desencadeado pela Justiça Eleitoral, no sentido de impedir a participação, a partir desta eleição, de candidatos processados por macular princípios éticos que devem nortear aqueles que aspiram ao exercício da função pública, convocando todos os Maçons e a sociedade a fazer cruzada, não votando naqueles que, nessa condição, obtenham seus registros, via artifício jurídico, como forma de bani-los, vez por todas, do cenário político e fazendo, desse ato, marco fundamental de moralização para a vida pública nacional. exorta a Maçonaria Brasileira e às demais Instituições comprometidas com a cidadania e com os superiores interesses da Pátria, para que pressionem os senhores membros do Congresso Nacional a não homologarem a Declaração dos Direitos dos Povos Indígenas, aprovada pela ONU em 13 de setembro de 2007, por violar princípio constitucional e constituir-se em real ameaça à integridade territorial do País, atingindo, frontalmente, a Soberania Nacional; confia que o Supremo Tribunal Federal, na questão relativa à área indígena "Raposa Serra do Sol", no Estado de Roraima, decidirá pela preservação do princípio da defesa da Soberania Brasileira sobre aquela imensa e riquíssima Unidade Federada evitando assim, a demarcação de território contínuo e fronteiriço, que somente atenderá a entidades descompromissadas com o interesse nacional; manifesta preocupação quanto ao gradativo e incentivado despovoamento das nossas fronteiras amazônicas, a pretexto da criação de unidades de conservação ambiental e/ou indígena, restringindo o ingresso de brasileiros, e com a ausência do poder público, exceto a do Exército Brasileiro, mesmo desprovido dos meios necessários para o exercício de suas mais elementares funções constitucionais.

  Salvador, 15 de julho de 2008.


ITAMAR ASSIS SANTOS
Sereníssimo Grão-Mestre da M:. R:.
Grande Loja Maçônica do Estado da Bahia e Presidente da XXXVII Assembleia Geral Ordinária da C.M.S.B.

NATHANIEL CARNEIRO NETO
Secretário Geral

Luiz Saraiva Correia
Acre

Bernardino Senna Ferreira Filho
Amapá

Itamar Assis Santos
Bahia

Etevaldo Barcelos Fontenele
Ceará

Ruy Rocha de Macedo
Goiás

José Carlos de Almeida
Mato Grosso

Antônio José dos Santos
Minas Gerais

Marcos Antônio de Araújo Leite
Paraíba

Milton Gouveia da Silva Filho
Pernambuco

Waldemar Zveiter
Rio de Janeiro

Rui Silvio Stragliotto
Rio Grande do Sul

Lindberg Melo da Silva
Roraima

Francisco Gomes da Silva
São Paulo

Jair de Alcântara Paniago
Tocantins

Ivanildo Marinho Guedes
Alagoas

René Levy Aguiar
Amazonas

Edelcides Lino de Melo
Distrito Federal

Sérgio Muniz Gianordoli
Espírito Santo

Raimundo N. S. Pereira
Maranhão

Juarez Vasconcelos
Mato Grosso do Sul

Victor S. R. Alves
Pará

João Carlos Silveira
Paraná

Reginaldo Rufino Leal
Piauí

Luiz Carlos R. da Silva
Rio Grande do Norte

Juscelino M. do Amaral
Rondônia

José Domingos Rodrigues
Santa Catarina

José Valter R. dos Santos
Sergipe