Artigos e Trabalhos

De Moisés a Salomão

Ir∴ #
A∴ R∴ L∴ S∴ 31 de Março Nº 152


À G∴ D∴ G∴ A∴ D∴ U∴

Moisés fez concerto com Deus. Tendo nascido no meio do povo Israelita, era seu líder, tendo a missão de libertá-los da escravidão em que viviam, nas mãos do Rei Faraó. O Rei Faraó e seu povo desconheciam a existência de Deus, adorando apenas outros deuses feitos de imagem pelas mãos dos homens, o que certamente irritava muito a Deus.

Embora Moisés tivesse pedido ou ate implorado ao Rei para os libertar, este não o fazia, pois necessitava dos seus serviços. Deus comunica-se, com Moisés através de espírito e diz que irá endurecer o coração do Rei, para que este e seu povo, venham tomar conhecimento de sua existência, bem como sua doutrina.

Deus, então, mandou dez pragas na terra do Egito para fazer o Rei atender e obedecer seus princípios, leis e ensinamentos:

1ª Praga: FEZ A ÁGUA TORNAR-SE EM SANGUE;

2ª Praga: PRAGA DAS RÃS;

3ª Praga: PRAGA DOS PIOLHOS;

4ª Praga: PRAGA DAS MOSCAS;

5ª Praga: PESTE SOBRE OS ANIMAIS;

6ª Praga: PRAGA DA ULCERAS (SARNA);

7ª Praga: PRAGA DA SARAIVA;

8ª Praga: PRAGA DOS GAFANHOTOS;

9ª Praga: PRAGA DAS TREVAS;

10ª Praga: A MORTE DE TODOS OS PRIMOGÊNITOS (DOS HOMENS E ANIMAIS).

Com esta última praga, morrendo também seu filho, o Rei permitiu a Moisés que reunisse com seu povo e debandasse para Jerusalém. Eram em torno de 600 mil, sem contar as crianças, outra mistura de gente, ovelhas, vacas e gado, deixando para trás, um cativeiro de 430 anos. Moisés e seu povo se perdem no deserto dando às margens do MAR VERMELHO. Sob o calor do deserto e cansados, o povo chegou até tentar desistir da liberdade em troca de (conforto) proporcionado pelo Rei, mas Moisés manteve-se firme em seu ideal e decidido a cumprir o que lhes fora ordenado por Deus. Muito embora o Rei tenha perdido seu filho, e mais todas as pestes sofridas em sua terra, este arrependeu-se furiosamente convocando seu exército e pondo-se atrás do povo, para resgatá-los a fim de o servirem como escravos. Moisés seguia guiado por Deus, de dia por uma COLUNA DE NUVEM DE FUMAÇA e de noite, por uma COLUNA DE FOGO. Ao sentirem-se encurralados pelos egípcios, ouve grande clamor para Deus, mas Moisés houve sua voz, estende sua mão sobre o mar, toca as águas com sua vara e abre-se o caminho pelo meio do mar onde passam em seco. O Faraó vendo o caminho aberto, ordenou ao seu exército que seguisse o povo. Quando estavam no meio do mar, as águas os encobriram, não restando um sequer que fosse.

O povo leva três meses atravessando o deserto em direção ao monte do SINAI onde Moisés recebe os DEZ MANDAMENTOS gravados em duas pedras pelo dedo de Deus. Recebe seu sogro Jetro que trás sua mulher e seus dois filhos, Gerson e Eliezer. Recebe ordens que deverá idealizar o TEMPLO DE DEUS, bem como o projeto de sua construção, o que somente será feito por SALOMÃO 480 anos mais tarde em sua geração.

Entende também que deverá providenciar ofertas ao Senhor, e este gesto chama-se ÓBOLO.

Deus diz a Moisés “NÃO PODERÁ VER MINHA FACE, PORQUANTO HOMEM NENHUM VERÁ A MINHA FACE E VIVERÁ”. Ordenou também a construção da “Arca da Aliança” onde seria guardado os DEZ MANDAMENTOS.

Morre Moisés com 120 anos, antes porém, nomeia a JOSUÉ seu sucessor, entrega-lhe também todas as leis as quais iriam reger toda a humanidade, até os dias de hoje. JOSUÉ assume e enfrenta diversas batalhas, mas em todas sai vitorioso, morre com 110 anos. Passa um longo período em guerras e disputas pelo trono, nasce SANSÃO filho de Manoá, contraria seu povo e casa com filha de filisteus seus inimigos, com sua força destruí varias tribos, somente em uma única vez matou 1000 pessoas. É traído duas vezes por suas duas mulheres, sendo uma delas DALILA, a qual descobre que sua força está concentrada nos cabelos, e que quando cortados, o enfraqueceria. Enquanto este dorme, raspam seus cabelos, arrancam-lhe os olhos e o colocam a moer em um engenho, usando sua força como a de um animal.

Seus cabelos voltam a crescer, assim como sua força, sem visão alguma, trabalha até que um dia arranca as COLUNAS de uma casa onde se encontram seus inimigos, os filisteus, mata muitos deles mas morre juntamente com eles. Surge BOAZ, valente e poderoso, o qual anuncia DEUS aos camponeses, casa com RUTE, a qual se humilha a seus pés. Saul é consagrado Rei por Samuel, mas deixou de agradar aos olhos de DEUS e foi destronado. Samuel procura novo Rei.

A “ARCA DA ALIANÇA” é tomada pelos filisteus em batalha, mas causa aflição a seu povo. Causa a morte de Dagom que amanhece sem cabeça e sem as mãos. Seu povo é obrigado a devolver a “ARCA DA ALIANÇA”, pois o Senhor os amaldiçoa com hemorroidas. Mesmo assim, detiveram a “ARCA DA ALIANÇA” por um período de sete meses, 50 mil e 70 homens são feridos pelo Senhor só porque olharam para dentro da “ARCA DA ALIANÇA”.

Os filisteus devolvem espontaneamente a “ARCA DA ALIANÇA” aos Israelitas. Samuel procura novo Rei junto a Jessé que tem oito filhos, encontra Davi, o qual é o filho mais jovem, pastor de ovelhas e tocador de arpa, o que agrada muito a Saul que se encontra perturbado por Deus, pois fizera maldade aos seus olhos. Surge Golias do lado dos filisteus, com altura de 6 côvados mais um palmo, ou seja: 3,96 metros, o qual revestido com roupa de bronze e protegido contra ataques, desafia a todos que o enfrentem.

Davi, mancebo bastante jovem prontificou-se a guerrear com Golias. Arma-se com uma funda (Estiling), atira-lhe uma pedrada em sua testa, Golias cai sobre ela fica tonto e Davi o degola com sua própria espada, leva sua cabeça para Jerusalém e entrega a Saul. Saul porém o inveja quando as mulheres dizem alto que ele mata mil, mas que Davi, mata dez mil. Saul tenta matá-lo por três vezes com sua lança, mas não o acerta.

Davi casa com a filha de Saul por nome de Mical, Saul tenta trair Davi jogando-o nas mãos dos filisteus, mas Davi mata 200 em vez de 100, o qual era um requisito exigido para que obtivesse consentimento para casar-se com sua filha. Mais tarde Mical salva Davi das mãos de seu pai, avisando que não deveria dormir em casa certa noite. Davi então foge para o deserto e é perseguido por Saul, mas recebe um aviso de Deus que será Rei em pouco tempo. Davi tem duas oportunidades para matá-lo, porém não o faz, apenas prova que não quis fazê-lo cortando a orla de suas roupas enquanto Saul dormia. Davi livra os Amalequitas do cativeiro. Saul se suicida com seus três filhos.

Davi finalmente assume o trono abençoado por Samuel. Teve diversos filhos entre os quais SALOMÃO. Morre Davi e Salomão assume o trono, resgata a “ARCA DA ALIANÇA” e traz para Jerusalém. Guerreia muito em seu tempo. O senhor diz a Salomão “EU VOU PELO CAMINHO DE TODA A TERRA, ESFORÇA-TE E SÊ HOMEM”, Salomão casa com a filha do Rei Faraó de seu tempo, recebe a mensagem para construir o TEMPLO DE DEUS ou TEMPLO SAGRADO, o que já vinha sendo preparado por Davi seu pai. Une-se a HIRÃO, Rei de Tiro e dá início a construção que era de 60 côvados de comprimento, 20 côvados de largura e 30 côvados de altura, janelas de vistas estreita, ao seu redor construiu câmaras, câmara do meio, átrio. O oráculo em seu interior era de 20 côvados de comprimento, 20 côvados de largura e 20 côvados de altura (medida de 1 côvado = 0,66m), construiu dois querubins, um pórtico de COLUNAS e sete capitéis em cima dos quais foi colocado 400 romãs.

Reinou Salomão 40 anos e teve a seu governo na construção 180 mil homens, cortando, transportando, construindo, 3 mil e 300 oficiais que davam ordens. A construção terminou no seu quarto ano de reinado no segundo mês. A festa da entrega do Templo durou 7 dias mais 7dias e foram oferecidos 22 mil vacas e 120 mil ovelhas. Salomão disse 3 mil provérbios e 1005 cânticos.

Pôs-se diante do altar do Senhor em frente de toda a congregação de Israel e estendeu suas mãos para o céu dizendo:

“ÓH ! SENHOR MEU DEUS DE ISRAEL, NÃO HÁ DEUS COMO TU EM CIMA DOS CÉUS NEM EMBAIXO DA TERRA, QUE GUARDE O CONCERTO E A BENEVOLÊNCIA A TEUS SERVOS QUE ANDAM COM TODO O SEU CORAÇÃO DIANTE DE TI”.