Jurisdicionada à Sereníssima Grande Loja do Estado de São Paulo

Paramaçônicas - filhas de jó


Surgiu nos Estados Unidos, na cidade de Omaha, estado de Nebraska, no ano de 1920, tendo por intuito dar às meninas com parentesco maçônico, a oportunidade da busca pelos mais preciosos ideais de vida, como o aprimoramento do caráter, o desenvolvimento espiritual e intelectual, a reverência a Deus, a lealdade à bandeira, o respeito aos pais e aos mais velhos e o sonho de espalhar o amor pelo mundo. 

As Filhas de Jó são as garotas com parentesco maçônico e idade entre 10 e 20 anos que compõem o Bethel, nome dado ao local onde são realizadas as reuniões e que significa lugar sagrado.

Em outras palavras, Bethel teria aproximadamente o mesmo significado de Loja para os Maçons e do Capítulo para os DeMolays. 

As principais atividades desenvolvidas por um Bethel são: filantropia, eventos para arrecadação de fundos, cerimônias públicas para divulgação da Ordem e comemoração de datas especiais; sendo que as próprias Filhas de Jó ficam responsáveis por toda a elaboração, organização e execução de todas as atividades, sendo sempre assistidas pelo Conselho Guardião do Bethel.

Para ser Filha de Jó, a garota deve ter entre 10 (dez) anos completos e 20 (vinte) anos incompletos e possuir parentesco por sangue, lei ou casamento com um Maçom, Esposa de Maçom, Filha de Jó ativa ou Membro de Maioridade da Ordem Internacional das Filhas de Jó.

O Primeiro Bethel a ser instituído no Estado de São Paulo foi o Bethel 1 São José do Rio Preto, em 19/12/1998, com a iniciação de 27 meninas.