Paramaçônicas

Filhas de Jó


As Filhas de Jó Internacional é uma organização paramaçônica juvenil direcionada a meninas entre 10 e 20 anos e cujo objetivo é o aprimoramento social, intelectual e espiritual, com exercício da cidadania. As candidatas devem ter parentesco, por sangue ou por lei, com um Maçom ou uma Filha de Jó.

A ordem foi fundada em 1920, nos Estados Unidos, pela senhora Ethel Tereza Wead Mick, membro da Ordem da Estrela do Oriente, com o consentimento de J. B. Frademburg, Grão-Mestre da Grande Loja Maçônica de Nebraska e do Grande Capítulo de Nebraska da Ordem da Estrela do Oriente.

As Filhas de Jó estão presentes em diversos países, como Estados Unidos (sede do Supremo Conselho Guardião), Canadá, Filipinas, Austrália e Brasil, contando aqui com quase 5 mil membros ativos, através dos 250 Bethéis espalhados pelo país.

O primeiro Bethel brasileiro foi instalado na cidade do Rio de Janeiro, em 1993. As principais atividades desenvolvidas por um Bethel são: filantropia, eventos para arrecadação de fundos, cerimônias públicas para divulgação da Ordem e comemoração de datas especiais; sendo que as próprias Filhas de Jó ficam responsáveis por toda a elaboração, organização e execução de todas as atividades, sendo sempre assistidas pelo Conselho Guardião do Bethel.

A Ordem chegou a São Paulo há 15 anos e, atualmente, conta com 23 Bethéis ativos. A Grande Loja é incentivadora das Filhas de Jó em todos os estados do Brasil.