Jurisdicionada à Sereníssima Grande Loja do Estado de São Paulo

Paramaçônicas


As instituições Paramaçônicas são organizações que, por situarem-se “em paralelo” à Maçonaria, constituem importante elo de ligação entre a instituição maçônica (qualquer que seja) e a sociedade. Este contato ocorre de maneiras específicas e, via de regra, atrela a Maçonaria à ação empreendida.

Paramaçônicas é toda aquela instituição que opera junto à Maçonaria, sem ser, em essência, uma instituição maçônica. Atua, na prática, como um braço da Loja Maçônica que atinge a sociedade e, em especial, àqueles seus integrantes menos favorecidos.

As instituições Paramaçônicas atuam ao lado da Maçonaria, e não à sua sombra. Elas auxiliam a Maçonaria, mas não devem ter seu papel restrito ao de auxiliares. Devem, sim, ser auxiliadas pela Maçonaria, para que atuem livremente em nossa sociedade, difundindo valores dos quais a própria Maçonaria também comunga.  

Em suma, as instituições Paramaçônicas, em sua atuação, são tão importantes para a sociedade de um modo geral quanto para a própria Maçonaria.

São inúmeras as entidades paramaçônicas tanto no Brasil e fora dele e em sua maioria não são vinculadas a nenhuma obediência maçônica constituindo-se em entidades autônomas e independentes mas que em seus regulamentos e estatutos exigem a vinculação ou patrocínio de uma Loja Maçônica Regular ou de um Grupo de Maçons, não podendo elas trabalhar e realizar suas atividades e projetos sem a presença de um Mestre Maçom.

Estas entidades dedicam-se aos mais variados objetivos que vão desde a inclusão social de pessoas carentes, passando por creches, asilos, unidades de saúde, ensino extracurricular, ensino oficial, ações culturais, sociais e filantrópicas e de formação de jovens.